Sonho contigo

Sonho contigo sem teres roupa
Como te desejo tanto tocar
Afagar esse teu belo corpo
Até te fazer me desejar
Sonho como te desejo tanto
Muito te estou eu a beijar
O teu corpo e todo meu
Como te estou a amar
Sonhando estou excitado
Parece ouvir teus gemidos
Com loucura tu sentes prazer
Que bem ouço os teus gritos
Sonhando contigo sem roupa
Tenho desejos de te tocar
Beijar o teu corpo loucamente
Sentir-te estremecer e delirar

De: António Candeias

Anúncios

Sonho de Loucura

Sonho de intensa loucura
Que não sei como te contar
Vou vivendo te amando
Te fazendo muito delirar
O meu corpo deseja o teu
Com ele levo noites a sonhar
Desejo louco de te possuir
De todo o teu corpo beijar
Quando chega a madrugada
Acordo com o corpo arrepiado
Lembrando-me como foi a noite
Que tive amando e sendo amado
Que sonho mais louco tenho
O corpo que me está queimando
Sonhando que estou contigo
Desejo louco por ti aumentando
O meu pensamento está em ti
Do meu coração tanto te querer
Noites de sonhos e de loucura
Fazendo amor de loucura e prazer
Como desejo ver o teu corpo
Puder o teu corpo bem agarrar
Apertar-te e ter-te ao meu colo
Levar-te para a cama e te amar
Neste meu sonho de loucura
Desejo louco de ser realidade
Loucura que tu fosses minha
Para te puder amar de verdade
Este desejo louco que por ti sinto
Que em sonhos de ti vou à procura
Não sabendo como te contar
Estes meus sonhos de loucura
Que sonho mais louco tenho
Sentindo-te como realidade
Vou vivendo sempre te amando
Tenho-te no coração de verdade

De: António Candeias

Sonho

Sonho com o meu amor virtual
Sonho contigo meu amor virtual
E fico sem vontade de acordar
Sonho que estou contigo em real
Sonho que te queria ter a vida inteira
Sonho que é muito bom
Sonho que não queria dele acordar
Sonho que tenho até ao amanhecer
Sonho que quando acordo me faz sofrer
Sonho que mas nunca te irei ter
Sonho contigo meu amor virtual
Sonho que tu és mesmo muito real
Sonho que me dói quando acordo
Sonho vejo que foi mesmo só um sonho
Sonho contigo quando estou a dormir
Sonho contigo mesmo estando acordado
Sonho que nunca será realizado
De: António Candeias

Tanto para te dizer

Tenho tanto para te dizer
Só não sei como começar
Assim vou escrevendo
O que não consigo falar
Queria tanto te abraçar
Mas estás tão distante
Nossas vidas estão separadas
Meu amor por ti é bastante
Não sei como vou passar
Sem ti que és a minha paixão
A nossa distância é grande
Mas tu estás no meu coração
Esta vida tão complicada
Que nem sei mais que fazer
Não te posso dizer que te amo
Falo quando estou a escrever
Por estares longe vou escrever
O tanto que tinha para te dizer
Queria agora estar-te a abraçar
Ao teu ouvido amor tudo eu dizer

De: António Candeias

Sinto-te

Mesmo tu estando longe
Mesmo sabendo que não te posso ter
Queria acariciar-te o rosto
Sentir o teu calor
Sentir o teu cheiro
Fazer-te mil carinhos
Queria ver-te sorrir
Para eu sorrir também
Sinto-te
Sinto um enorme vazio dentro de mim
Queria dizer ao vento
O quanto te amo
Que o vento levasse ao teu ouvido
O que sinto e digo
Que te dissesse
Que te tenho dentro do meu coração
Dentro do meu pensamento
Que te dissesse ao ouvido
O quanto eu te quero
Que te fizesse saber
Que te vou amar
Até ao dia que eu morrer

De: António Candeias

Sinto-te

Como eu tanto te sinto
Mesmo tu estando ausente
Não estando tu comigo
Será que o mesmo sentes
Mesmo estando tu distante
Não estando tu presente
Será que o teu coração
Por mim sente alguma coisa
Como o meu por ti sente
E quando fecho os olhos
O teu rosto estou a ver
Mesmo contigo distante
Amor és o meu bem-querer
O pensamento vai para ti
A todas as horas do dia
Vejo-me a te ter nos braços
Sem ver chegado esse dia
Não estando tu agora comigo
Por estares de mim tão distante
Não sei o que por mim sentes
Como por ti sente o meu coração
Um amor por ti profundo
Amor és a minha paixão
Como te sinto tanto amor
Mesmo estando tu ausente
Estás no meu pensamento
Como se tivesses presente

De: António Candeias

Sonho

Que sou teu amante
Com desejo louco te sentir
Apertar-te contra meu corpo
Te Beijar e te estou a possuir
Que somos os dois um só ser
Noite inteira de louca paixão
Nossos corpos colados de suor
Os dois numa perfeita união
Neste sonho de loucura
Teu corpo estou a sentir
Aperto-te mais contra mim
Desejo louco de te possuir
Que sonho tenho mais louco
Sonho que me está a encantar
Estamos loucos de desejo
Como louco te estou a abraçar
Sonho que sou teu amante
Estamos loucos de desejos
Acariciando-te todo o teu corpo
Cobrindo a tua pele de beijos
Noite inteira de louca paixão
De teu corpo estar a sentir
Os dois numa inteira união
Loucura de te estar a possuir

De: António Candeias